• RSS
  • Delicious
  • Facebook
  • Twitter

Destaques

Em Fortaleza, o Programa Ênio Carlos é transmitido na TV Diário, Canal 22, das 17h às 20h.
Escute AO VIVO!!!
Acesse nosso canal no YOUTUBE!

Divulgue-nos!

Banner 120x240


Comentários

Seguidores

Visitantes pelo Mundo!

free counters

Total de visitantes

Siga-nos pelo e-mail

Postagens Recentes

Fotos

Loading...

Arquivos

Twitter Pessoal

Já Curtiu?!

Programa Ênio Carlos

O programa certo para quem procura alegria, diversão, bom humor e muita gente bonita!

Ênio Carlos na 810 VERDINHA

Ênio Carlos, comunicador conhecido e querido no meio rádio e Televisivo, comanda o programa Show da Manhã de segunda a sábado, das 09h às 11h:45min, na 810 Verdinha.

Ação e Reação

O programa tem como principal proposta abordar temas polêmicos que cercam a sociedade cearense e nacional. O programa "Ação e Reação" vai ao ar todas as sextas as 22h e 40min....

Bonde do Tigrão no Programa Ênio Carlos

O grupo de funk carioca participa do polêmico "Você Atende?"

Eric Glauder no Programa Ênio Carlos

Eric Glauder (SP), o “Ricardão” do programa de Ana Hickmann participa do polêmico quadro "Você Atende?" do Programa "Ênio Carlos"


A maioria das situações envolvendo os chamados “Flanelinhas” é no mínimo polêmica. Muitas vezes, confundidos com marginais, alguns nem querem mais ser conhecidos por “flanelinhas”, optam por serem chamados de “vigilantes de veículos”, e possuem uma associação que almeja ter o registro trabalhista.
O Programa Ação & Reação desta sexta-feira (30), teve como tema: “Sou flanelinha, esse é meu trabalho. Encostou tem que pagar”. O nosso convidado David Rocha (34), é flanelinha desde os 10 anos, atividade que iniciou para ajudar na renda familiar. David, que trabalha de sol a sol, é um exemplo do “vigilante de veículos” honesto e educado, que veio ao nosso programa para defender sua categoria, seu ponto de vista e a necessidade da regulamentação da sua classe trabalhista.
“O cliente não é obrigado a pagar. Nós abordamos o cliente com educação” diz David Rocha.

Mas nem todo flanelinha age dessa forma. Muitos se “oferecem” para cuidar da segurança dos carros e coagem os motoristas a pagar, chegam de ser forma, a privatizar o espaço público, e existem relatos que ameaçam aqueles que discordam da cobrança indevida. E é sob esse prisma, que nosso convidado, Marcos Valli, apresentador do Diário Turismo, na TV Diário, fala sobre suas experiências envolvendo os flanelinhas, e da falsa impressão da segurança que o cidadão tem em ter um “vigilante de veículos” cuidando do seu carro, afinal, eles não tomam a frente diante de uma assalto ou são temidos pelos assaltantes, o máximo que um flanelinha pode fazer, é ligar para polícia, mas até que ela chegue...
“Sou contra determinados flanelinhas que trabalham com o terror, através da intimidação” diz o apresentador.
“Você na verdade não é um guardador de carros. Então estou te pagando pra quê?”
A multiplicação dos “vigilantes de veículos” na Capital cearense despertou, no poder público, a necessidade da regulamentação da profissão. A questão ainda gera polêmica, principalmente entre os motoristas, que se mostram contra a iniciativa. Entretanto, o que pouca gente sabe é que já vigora, desde o ano de 1977, um decreto estadual que regulamenta a atividade de guardador e lavador autônomo de veículos automotores.
Alex Silva de Oliveira, presidente da Associação de Vigilante de Veículos (AVV) defendeu a categoria e disse que a Associação está preparada para distinguir o bom do mal profissional.
“Aquele mal vigilante será punido. Nós, da Associação, fiscalizamos os nossos membros” diz o presidente.
O ponto “segurança” é frizado mais uma vez pelo nosso convidado, o radialista Kêkê, que questiona o preparo do vigilante diante de um assalto, e mais...
“Não tem pára-brisa que agüente, a cada sinal tem um flanelinha” diz o radialista.
E você? Você tem costume de dar dinheiro para os flanelinhas cuidarem do seu carro? Acha isso justo? Deixe aqui sua opinião, utilizando-se da ferramenta “comentários”, que fica no fim das postagens.

Situação dos guardadores de carros é discutida em audiência na Assembléia Legislativa
Com humor e irreverência, Kekê ganha a vida na cidade
Flanelinhas e vigilantes de carro extorquem motoristas

Assista ao Programa Ação & Reação, apresentado por Ênio Carlos, na TV Diário, todas as sextas às 22:40 ou veja pela internet www.tvdiario.tv.br
 

One Response so far.

  1. GUARDADOR DE VEÍCULOS, UM PROFISSIONAL LEGALMENTE HABILITADO.

    O guardador de veículos é um profissional como qualquer um outro trabalhador, têm direitos e deveres e, como qualquer cidadão, paga os seus impostos.
    O guardador de veículos é um profissional devidamente registrado na Delegacia Regional do Trabalho, na forma da Lei Federal nº 6.242/75, regulamentada pelo Decreto 79.797/77.

    O crachá de identificação dos guardadores de veículos, na Cidade do Rio de Janeiro, é emitido pela Secretaria de Estado e Segurança Pública, na forma da Lei Estadual nº 2077/93, que regulamentou a sua função (Portaria PCERJ nº 393/2006).

    Além de terem a profissão e a função regulamentadas têm, ainda, a sua atividade referendada na Cidade do Rio de Janeiro pela Lei Municipal nº 1.182/87.

Comente em nosso blog!

AVISO: O sistema de comentários é disponibilizado aos usuários do blog Ênio Carlos exclusivamente para a publicação de opiniões e comentários relacionados ao conteúdo deste site. Todo e qualquer texto publicado na internet através do referido sistema não reflete, a opinião deste blog ou de seus autores. Os comentários aqui publicados por terceiros através deste sistema são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste site reservam-se, desde já, ao direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos, de alguma forma prejudiciais a terceiros, ou que tenham caráter puramente promocional. Caso alguém se sinta ofendido por algum comentário aqui presente, favor de entrar em contato e terei o prazer de removê-lo.